Por Dentro Do Álbum

Por Dentro do Álbum: Petals to Thorns

Possuindo nove faixas, o primeiro EP de D4vd, lançado no dia 26/05, tem como principal objetivo juntar as peças para os ouvintes, para que o público não tenha problemas para descobrir o que o cantor está tentando transmitir. 

Após somente lançar singles — como a sensação do TikTok “Here With Me”, o famoso verso “I don’t care how long it takes, as long as I’m with you / Eu não me importo quanto tempo leve, desde que eu esteja com você” que cativou os românticos online, o EP Petals To Thorns encapsula conceitos que estão além da música. 

Em uma conversa com D4vd, o cantor explicou que sua ideia principal é captar a forma de olhar para algo belo — assim como uma rosa, que, ao segurá-la, acaba sendo cortado. Essa ideia é retratada na capa deste projeto, onde o cantor está cercado de galhos e flores. Há uma demonstração da beleza da dor, realizada como uma experiência cinematográfica no seu universo musical. 

“Eu sou baseado na poesia, sou um escritor antes de qualquer outra coisa. Então eu queria que parecesse uma história real, e não os pedaços que você tem que encontrar uma maneira de juntar sozinho.”

– D4vd sobre o EP.

Uma curiosidade sobre D4vd é o número 4 em seu nome, fazendo uma referência a 4 personagens de seu próprio universo. O primeiro e único divulgado até agora, é o IT4MI, o principal antagonista de sua história. No videoclipe da última faixa intitulada The Bridge, a demonstração desse personagem está visível como um ato maligno, ou seja, uma combinação de conflitos internos vividos pelo cantor em seu processo criativo.

Suas inspirações musicais variam entre Paramore, Giveon, Her, Justin Bieber, Kid LAROI, entre outros. Curiosamente, o primeiro show que D4vd teve a oportunidade de ir, foi o seu próprio! Assim, a paixão pelas performances ao vivo foi inevitavelmente encontrada, dando início a um novo capítulo de sua vida artística. 

“A música é literalmente o que a pessoa quiser fazer e não precisa se encaixar em um gênero específico ou tentar ser a personificação de um som específico. Se você tem a habilidade de se aventurar e tentar coisas novas neste experimento, faça isso. Eu levei como um sinal de não ser apenas o cara indie ou o cara do rock — eu também posso fazer R&B, posso fazer de tudo, mas ainda ter um som específico que você consiga notar que sou eu.”

D4vd sobre a questão da troca de gêneros musicais durante sua carreira.

Por dentro das faixas

O processo de composição e a produção de 8 canções foram feitas no armário de sua irmã, demonstrando que o público pode fazer música por conta própria, sem torná-la “perfeita demais”.

Sleep Well

A canção retrata os sentimentos do eu lírico ao pensar em seu interesse amoroso antes de dormir, esperando que também pense nele, mesmo não estando juntos.

Don’t be scared, therе’s no such thing as fear / When you sleep, just know that I’m here for you still / Não tenha medo, não existe medo / Quando você dormir, saiba que ainda estou aqui para você

Here with Me

Sendo uma das músicas mais populares e mais românticas do cantor, a segunda faixa remete à devoção por um amor, com o intuito de esclarecer que não se importa quanto tempo leva para as coisas acontecerem, contanto que eles estejam juntos.

This Is How It Feels

A terceira faixa, com a colaboração da cantora Laufey, conta a história do ponto de vista de alguém que, diante de muitas circunstâncias, continua apaixonado — mesmo sabendo que não deveria. A canção incorpora toda a sua adolescência, e se D4vd pudesse mostrar uma de suas canções para a sua versão mais nova, essa seria a escolhida. 

“Se eu me ouvisse cantando uma música como essa naquela época, a minha mente teria explodido.” 

Don’t Forget About Me

Escolhida para ser lançada como single do EP, a quarta faixa funciona como um constante pedido do cantor de não ser esquecido pela pessoa que ama.

Tell me it was all in your head, don’t tell me you forgot about me / Me diz que é tudo da sua cabeça, não diga que se esqueceu de mim

WORTHLESS

Inicialmente lançada em Fevereiro de 2023, a quinta track foi inspirada na personagem Rue Benett da série Euphoria. Seus conflitos internos e a luta para encontrar o seu lugar no mundo deram vida ao personagem IT4MI, criado por D4vd.

Cause every time the sun comes up I start feeling worthless / It’s easier said than done, I’m trying to find my purpose / Porque toda vez que o sol nasce eu começo a me sentir inútil / É mais fácil dizer do que fazer, estou tentando encontrar meu propósito

Backstreet Girl 

D4vd conta a história de uma garota por quem está com receio de se apaixonar, porém sente medo que alguém consiga tomar o seu lugar em amá-la. 

And I don’t wanna break her heart, loving her way too soon / But I don’t wanna wait too long for someone to love you before I do / E eu não quero quebrar o coração dela, amando-a cedo demais / Mas eu não quero esperar muito tempo para alguém te amar antes que eu 

You and I

A canção retrata um coração partido que continua sonhando, apesar de suas circunstâncias, tentando ficar o máximo de tempo possível—mesmo com seus destinos diferentes.

I dream about you and I, but why do I even try? Cause you’re running away, running away, and I’m trying to stay, trying to stay / Eu sonho com você e eu, mas por que eu tento? Porque você está fugindo, fugindo, e eu estou tentando ficar, tentando ficar

Romantic Homicide

A composição sobre a culpa e um coração quebrado deram vida a penúltima faixa do EP, que estreiou em # 77 na Billboard Hot 100 durante a chart week, terminando em 17 de setembro de 2022—sendo sua primeira conquista nas paradas. 

The Bridge

A canção que apresenta o desfecho do Petals To Thorns completa a história contada por Davd. O clímax da última faixa revela as complicações de uma separação, moldada por um amor que foi propositalmente jogado fora.

Over water, there’s a bridge, and I can’t seem to get to you / The fear of a loss, what I always succumb to, the way that I feel, I can’t capture it all / Sobre a água, há uma ponte, e parece que não consigo chegar até você / O medo de uma perda, a que sempre sucumbo, o jeito que me sinto, não consigo capturar tudo

Ouça o Petals To Thorns aqui:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.