Cobertura

Giulia se despede do lado ‘Be’ ao encerrar a Disco Voador Tour no Rio de Janeiro 

A noite desse último domingo (3) foi de pura diversão e celebração para a cantora e todos seus fãs que se reuniram no Vivo Rio. O encerramento da primeira turnê do seu primeiro álbum marca também o fim do nome “Giulia Be”, que agora segue carreira apenas como GIULIA.

A Disco Voador Tour conectou pessoas certas nas horas certas por todo o país, passando por Portugal e várias cidades brasileiras até chegar na sua cidade natal: o Rio de Janeiro.

Uma intro que te puxa pra atmosfera extraterrestre e aguça a ansiedade antecipa a chegada dela ao palco. “LOKKO” inicia o show já com a energia lá em cima. Estar no meio do público da GIULIA é estar em um ambiente confortante. O que chama atenção são as famílias e várias crianças que cantavam todas as músicas a assistindo com os olhos brilhando.

Sucessos do disco e do seu EP solta (deluxe), como “se essa vida fosse um filme”, “FBI” e “(não) era amor” fazem a perfeita mistura balanceando altas energias e altas emoções. E por falar em emoção… qualquer pausa de discurso era motivo pra se emocionar (e nos deixar emocionados também). 

Fechar esse ciclo com o sentimento de estar em casa deixou tudo mais especial. “A gente conseguiu, mãe!” diz Giulia durante o show.

Clarissa entrou no cenário de surpresa e, com duas cadeiras e uma mesinha, estavam prontas pra entregar a primeira performance da colaboração ‘jantar de família’. 

Fechando com chave de ouro, “menina solta” foi tocada para as meninas soltas originais: as cariocas. Afinal, essas vieram lá da Barra, de Ipanema, Saquarema e cantos próximos. 

A versatilidade e talento de Giulia (Be) deixaram sua marca na história do Vivo Rio naquela noite. Sua discografia já nos mostrou vários de seus lados conceitualmente e sonoramente e agora mal podemos esperar para acompanhar GIULIA em sua nova fase.

Fotos: Carol Marins

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.