Cobertura

Yungblud surpreende a todos com show energético no Jannus Live

YUNGBLUD invadiu o Jannus Live com a sua turnê mundial no estado da Flórida na última terça-feira (27).

Sophie Powers foi a primeira abertura da noite. A canadense de apenas 18 anos entregou um set repleto de energia e carisma. Interagindo com o público ela fez questão de dedicar seu show para uma fã que estava na grade com um cartaz com mensagens dedicadas a ela. Além de suas músicas ela também cantou um cover de “Heart-Shaped Box”, de Nirvana.

Foto: Gabriele Montresol

A banda nativa da California, The Regrettes, foi responsável pelo segundo show. Com uma setlist de 9 músicas com direito a um cover que a própria banda regravou de “Dancing On My Own”, eles agitaram a multidão como se fossem os headliners da noite. Lydia Night, vocalista e guitarrista, tem uma presença de palco incomparável. Desde pular na multidão até deitar no palco em um momento mais calmo ela se comporta como uma verdadeira estrela do rock.

Foto: Gabriele Montresol

Às 9h10 de uma noite calorosa na cidade praiana Dominic Richard Harrison, mais conhecido como YUNGBLUD inicia seu set. “superdeadfriends”, “The Funeral” e “Tissues” são as primeiras das quatorzes músicas escolhidas para a primeira noite da turnê.

Dom era como uma explosão de energia, pulando, cantando e gritando, ele estava pronto para quebrar o palco e ninguém poderia o impedir.

Se há uma regra em um show do YUNGBLUD, é que você pode ser quem você quiser ser, você pode amar quem você quiser amar, e você pode identificar como quiser se identificar. O cantor deixa isso bem claro em vários momentos, e diz querer usar sua voz para que todos se sintam seguros pelo menos durante algumas horas durante seu show.

Era claramente visível a conexão que o britânico tem com os fãs. Dominic chamou duas meninas para subir ao palco. Em um desses momentos uma das sortudas poderia escolher qual musica ele tocaria a seguir, e a escolhida foi “California”.

“fleabag” ganhou uma live de quase 10 minutos durante o espetáculo. A performance foi intensa que ate levou o cantor andar pelo local do show enquanto o publico cantava o refrão repetidamente o mais alto possível. Esse com certeza foi o momento mais fascinante da noite.

O show se encerra com “Lowlife” e “Loner”. A energia era tão boa que ninguém queria ir embora, nem YUNGBLUD, que, aliás, foi ovacionado de aplausos e gritos mesmo após 10 minutos do enceramento do show. O cantor fez questão de atender a multidão que esperava perto de seu ônibus do lado de fora do local.

Dominic é uma máquina sem parar, alimentada por amor, energia e música pura, e ele criou sozinho este novo planeta para todos que só existem durante seus shows, deixando o resto do mundo para depois.

No nosso Instagram você pode assistir os vídeos de toda a cobertura e abaixo a galeria de foto de todos os três shows da noite, Yungblud, The Regrettes e Sophie Powers, respectivamente.

YUNGBLUD

THE REGRETTES

SOPHIE POWERS

Fotos: Gabriele Montresol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.