Cobertura

Emoção é a palavra para definir o último dia de C6 Fest 2024 

Dia 19 rolou o último dia do festival C6 Fest, que contou com shows de Squid, Noah Cyrus, Cat Powers, Young Fathers, Daniel Caesar e muito mais!

O dia começou bem quente, nosso primeiro show foi o da banda inglesa Squid de pós punk que arrebentou no palco Met Life, trazendo seu diferencial do vocalista ser o baterista, logo todos os membros ficam na mesma linha no palco, o que traz proximidade do público para apresentação. A perfomance com uma energia vibrante combinou com o clima e fez todo mundo se divertir. 

A seguir Noah Cyrus sobe ao palco, que estava montado com sua própria estrutura, que combinava totens de led e uma escada, que combinaram muito bem com a apresentação. A voz da cantora impressiona a todos e ela demonstrava com muito amor a felicidade de estar no Brasil. 

A adição de “Good Day” na setlist a pedido dos próprios fãs rendeu gritos de aprovação para a Noah. O show seguiu com “Again”, “Lonely”, “July”, “I Burned LA Down” e muitos outros hits da cantora americana. 

A homenagem ao Mestre Cassiano foi linda e contou com a participação de Preta Gil, Negra Li, Liniker, Luccas Carlos, Francisco Gil e Kamau, com direção musical de Daniel Ganjaman. Toda a perfomance foi uma festa em celebração desse grande artista brasileiro. 

Cat Power trouxe o clima intimista para o palco Met Life. Acompanhada de uma ótima banda, fizeram uma linda homenagem a Bob Dylan, recriando a turnê do cantor de 1996.  Toda a emoção na voz dela deixou os fãs de ambos artistas muito felizes com o resultado da apresentação.

Young Fathers, considerado por muitos o melhor show dessa edição do festival, arrebentou em sua apresentação no Palco Heineken. Os olhares curiosos presentes se chocaram com a presença de palco e talento do grupo escocês. 

Originalmente o grupo é formado por Graham, Alloysious e Kayus, que são amigos desde a infância e demonstram toda a conexão que ronda entre sim. Nos palcos, a adição de uma mulher deixa tudo mais forte e poderoso, e o show de luzes durante a perfomance só faz com que o espectador entre na mesma onda que eles no palco. 

Daniel Caesar encerrou o mesmo palco com grande público a espera. Sua setlist era um  mistério, já que o cantor não se apresentava a algum tempo e o show que ocorreu no Rio já trouxe mudanças. Mas o que foi recebido foi muito aceito pelo público, mesmo com uma setlist diferente da cidade maravilhosa. 

As primeiras músicas foram cantadas dentro de uma espécie de gaiola, onde apenas uma cortina de tela cercava o cantor. A visão era um pouco dificultada, mas o visual final era muito bonito. 

Logo que a cortina caiu o cantor começou a se movimentar por diversas partes do palco. Uma das mais esperadas, “Best Part” foi interpretada pelos fãs no lugar de H.E.R, em um coro lindíssimo. 

O cover de “Sparks” do Coldplay também foi um grande acerto do cantor.  A música combinou perfeitamente com a sua voz e a luz amarela no alto trouxe o conceito do álbum da banda inglesa para a apresentação. 

A adição de palavras em português durante o show também foi frequente, com vários “tudo bem?”, “obrigado” e até um “linda demais”, o cantor recebeu gritos de aprovação pela sua pronuncia e pela atenção com o país. 

Get You” começou sendo puxada pela plateia e Daniel demonstrou grande satisfação pelo seu público. 

A segunda edição do C6 Fest foi mais uma vez bem aclamada em relação aos shows e mal podemos esperar por quais atrações nos esperam no ano que vem! 

Fotos: Mariana Fernandes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.