Cobertura

Jack Johnson traz clima do verão para dentro da Qualistage no Rio de Janeiro

Jack Johnson entregou mais uma noite de boas energias e música boa ao vivo nesta última sexta-feira (20) na Qualistage, no Rio de Janeiro. Essa é a segunda apresentação da “Meet The Moonlight Tour” no Brasil, após primeira passagem por São Paulo.

Após um set de abertura do seu amigo Rogê, Jack entra no palco já com toda sua banda composta por Zach Gill, Adam Topol e Merlo Podlewski.

O palco é composto por um fundo de telões de LED que trazem visuais acompanhando cada música, sendo eles parques diversões, árvores, mar, chuva, etc, mas isso é só um detalhe que acompanha a facilidade que Jack tem de entreter o público.

Logo no final da primeira música, “Mudfootball”, a multidão já engaja com palmas no ritmo e o Jack agradece:

“Obrigado por estarem aqui hoje. Cariocas, vocês são demais. Obrigado, obrigado.”

Dentro de apenas cerca de 15 minutos do show, a casa de show que está lotada é tomada por um coro que acompanha Jack em “Flake” e, logo em seguida, essa energia se multiplica ao cantor começar as primeiras notas da famosa “Sitting, Waiting, Wishing”.

E é no meio dessa faixa que marcou sua carreira, que ele e seus músicos surpreendem ao fazer um mashup de outro sucesso, mas da banda MGMT. Essa mistura inesperadamente incrível de “Kids” e “Sitting” mostra o talento genuíno de um artista que consegue transformar arte e colocar sua essência em qualquer coisa.

É possível ver pessoas de todas as idades. Fãs na grade e perto do palco levantam cartazes, incluindo um casal recém casado que pede “Better Together” e Jack responde brincando que não pode cantar essa no início do show, se não todos vão embora antes do final da apresentação.

Nuvens passam no fundo do palco e Jack tem uma energia tão contagiante em “You and Your Heart”, que leva um pequeno grupo dançando pra te fazer querer dançar junto e logo todos estão claramente imersos na música.

É também nessa parte que seu tecladista, Zach, tem seu momento de destaque com um solo e toda atenção virada à ele.

Após algumas palavras em português (muito bem pronunciadas!) como “tudo bem?”, Jack conta que Rogê e todos amigos foram muito legais com ele na praia do Rio de Janeiro e fala sobre uma tarde em que aproveitaram muito o mar.

Ele aproveita o gancho e convida Rogê e sua banda ao palco para cantar com ele. Os dois começam com a versão brasileira de “Sunsets For Somebody Else”, que conta com versos em português e em inglês.

O resto da performance é engatada por músicas novas e mais algumas favoritas do público: Banana Pancakes, Times Like These e Better Together. Um set de 28 músicas, quase duas horas de show, mas que de certa maneira parecia como uma reunião intimista.

Ao encerrar, os aplausos e palmas são tão altos que mal se ouve os agradecimentos de Jack Johnson. E ao voltar ao palco segundos depois pra pegar algo que esqueceu, ele ri ao ver que quase ninguém foi embora ainda e receber gritos do público, que com certeza adoraria mais um bis.

Você pode conferir vídeos dos shows de São Paulo e do Rio nos nossos destaques do Instagram.

Jack Johnson se apresenta hoje (22) no SummerTimes Festival em Belo Horizonte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.