Entrevista

Entrevista: Big Time Rush lança álbum novo pela primeira vez em 10 anos e fala sobre voltar ao Brasil

Vídeo na íntegra ao final do post.

O lançamento do álbum Another Life conta com a conexão dos 4 artistas e suas mais novas histórias contadas por meio da música. A boyband originada de Los Angeles, Califórnia, formada por Carlos Pena, Kendall Schmidt, James Maslow e Logan Henderson passou por diversas mudanças ao longo dos anos e, principalmente, em suas carreiras. 

O We In The Crowd teve a chance de conversar com a banda sobre seus processos criativos e principalmente sobre seu novo álbum, lançado no dia 2 de junho. 

Foto: Aaron Gatewood

O significado do título Another Life expressa a sensação de entrar em um novo capítulo—uma nova versão e também, a nova chance de fazer o Big Time Rush ser o que os integrantes sempre desejaram que fosse. 

Kendall: É um convite para as pessoas não esperarem por uma nova vida para fazer com que seus sonhos aconteçam. 

Em março de 2023, o Big Time Rush passou pelo Brasil nas cidades do Rio de Janeiro e São Paulo com a Forever Tour após 10 anos de sua primeira vinda. 

Carlos: Sair do aeroporto e ver todos aqueles fãs esperando por nós especialmente em um país que não visitamos em 10 anos foi muito legal. 
Logan: Durante o show nós cantamos Worldwide e reconhecemos fãs de 10 anos atrás que estavam lá cantando com a gente. É realmente fantástico. 

A evolução da banda na indústria musical acompanha anos de carreira, especificamente desde 2009. Após saírem definitivamente da Nickelodeon, os álbuns Elevate, BTR e 24/7 foram lançados, além de seus projetos solo. 

Logan: Depois da série, nós fizemos 3 álbuns que nos orgulhamos muito, depois fomos para caminhos diferentes e descobrimos um pouco sobre nós mesmos. Fizemos projetos solo, tivemos relacionamentos, crianças […] Então, para voltar e usar tudo o que conhecemos e o que passamos foi o que nos moldou como artistas e como seres humanos. 

Sobre o processo criativo de seu novo projeto, todos o descrevem como doloroso e divertido. Apesar de serem uma banda, cada integrante possui sua própria forma de trabalhar, tanto sozinhos como em grupo. 

James: Nós aprendemos a tentar não levar tudo tão seriamente—é mais fácil dizer do que fazer, especialmente ao criar música, todos têm estilos e escritas diferentes. Acho que a Tour é o que mais nos deixa juntos, nós amamos. Amamos estar junto aos fãs, amamos estar no palco. 

Kendall: Nós tentamos permanecer juntos e trabalhar através de qualquer desafio. 

A tradição de trazer fãs para o palco na canção Worldwide continua a todo vapor. Perguntamos aos meninos quais foram os cartazes mais criativos de suas Worldwide Girls ao longo de sua Tour: 

James: Tinha um que era “Soca o meu rosto”.
Carlos: Eu vi um que tinha o Logan sem cabelo escrito Mr. Worldwide. 
Kendall: Eu tinha visto um que não entendo o que significa mas estava escrito “Logan, quebre minhas costas.”

Ao prometer que virão ao Brasil em breve, Big Time Rush continua cantando seus maiores hits e também, suas novas faixas na Can’t Get Enough Tour. 

James: Nós obviamente amamos tocar alguns de nossos hits. Nessa Tour foi difícil escolher a setlist porque nós amamos tocar todas as 10 músicas—do novo álbum—mas também tivemos que escolher entre as clássicas BTR. É sempre um desafio, mas é refrescante ter novas músicas para escolher. 

Contando com sons presentes do pop, seu novo álbum possui composições românticas como Waves, Work for It e Brand New. Refrões rítmicos como Can’t Get Enough e I Just Want To Party (All the Time) tornam o disco ainda mais dançante. A presença de faixas melancólicas também acompanham o projeto, como Ask You Tonight e Another Life. 

Assista aqui a entrevista completa:

Ouça Another Life:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.