Entrevista

Entrevista: Boys Like Girls fala sobre TWICE, nova colaboração e desejo de fazer o melhor show da I Wanna Be Tour

É impossível falar da cena pop-rock emo dos anos 2000 sem mencionar o Boys Like Girls que, com um talento e carisma incomparáveis, se tornaram uma das maiores bandas do gênero até hoje. 

Criada em 2005, nos Estados Unidos, o conjunto é atualmente formado por Martin Johnson, John Keefe, Gregory James e Jamel Hawke. Como prova de um verdadeiro sucesso mundial, a banda se apresentou no Brasil algumas vezes, arrastando uma legião de fãs por diferentes cidades do país.

Neste ano, Boys Like Girls foi uma das atrações confirmadas na grande I Wanna Be Tour, que reúne atos icônicos da cena emo das últimas décadas. Com grandes hits como “The Great Escape” e “Love Drunk”, a banda conversou com a We In The Crowd e prometeu fazer o melhor show possível em todas as 5 cidades brasileiras que ganharam uma edição do festival.

“Nós vamos tocar no meio da tarde então nossa responsabilidade é reunir o máximo de músicas favoritas dos fãs em 1 hora e também ganhar o máximo de pessoas possíveis que ainda não conheciam o Boys Like Girls.”

No último ano, Boys Like Girls lançou o incrível álbum “SUNDAYS AT FOOXWOODS” e iniciou uma turnê própria chamada “The Speaking Our Language Tour” que nós fomos conferir em Orlando – em comemoração ao final do hiatus da banda.

Para a escolha da setlist do I Wanna Be Tour, eles revelaram que tiveram inspirações desta última turnê solo, principalmente em transições e combinações entre músicas. Porém, reforçaram que sabem o amor que o Brasil tem pelo disco “Love Drunk” e, por esse motivo, planejaram adicionar mais faixas do projeto durante as apresentações. Além disso, colaborações amadas pelo público – como “I CAN’T STOP ME” com o TWICE e “Two Is Better Than One” com a Taylor Swift também foram confirmadas no festival.

“Temos algumas coisas novas que não estiveram nem nos nossos shows solos, mas estaremos incluindo tudo isso para o festival pela primeira vez.”

O vocalista Martin – que veio ao Brasil se apresentar mesmo com o braço imobilizado, por conta de uma cirurgia – também contou nos um super spoiler sobre o futuro da banda: haverá o lançamento de uma nova colaboração com um grande DJ muito em breve. 

À medida em que esperamos esses novos projetos e (obviamente) a volta da banda no Brasil, vem conferir a entrevista completa:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.