Artista Do Mês

Artista do Mês: Baby Queen

Nome: Arabella Latham
Idade: 26
Origem: Durban, África do Sul 
Artistas Favoritos: Taylor Swift e The 1975
Pra quem gosta de: Olivia Rodrigo, Dylan e Halsey

Arabella Latham, mais conhecida como Baby Queen, é sul-africana e vem se destacando cada vez mais no estilo Art Pop Music. 

Sempre sendo muito criativa, a cantora gosta de planejar tudo à sua volta de uma forma mais artística, tanto que seu nome de palco ‘Baby Queen’ veio de uma imagem abstrata na cor lilás que ela tinha em sua cabeça. Ela descreve essa imagem como seu alter ego. 

Bella decidiu que queria ser cantora aos 12 anos, após assistir o clipe de Love Story de Taylor Swift. Aos 18 anos se mudou para Londres contra a vontade dos pais para investir mais em sua carreira. Mas ela admite que achou que tudo seria mais fácil ao chegar a uma das capitais da música no mundo.

“Achei que ia sair do avião com um CD demo com 40 faixas e a Universal iria assinar comigo”. 

As coisas não foram como ela esperava e passou três anos morando de favor na casa de alguns amigos até conhecer seu ex namorado, onde morou por um tempo. Latham foi se descobrindo mais durante os anos, pintou o cabelo e começou a usar substâncias mais fortes, o que gerou uma grande depressão. Mas só após seu término ela escreveu sua primeira música ‘Raw Thoughts’, tratando de saúde mental e uso de substâncias.

Em 2020, Baby Queen assinou com a Polydor Records e lançou seu primeiro EP ‘Medicine’ que possui 6 músicas escritas por ela e relatam um relacionamento tóxico com as redes sociais, além de momentos depressivos que Bella viveu, como a pressão de padrões de beleza. 

“Minhas letras são tão pessoais que as pessoas sentem que me conhecem. Então, se você gosta da minha música, você realmente gosta dela.”

The Yearbook

No ano seguinte, a artista lançou seu mixtape ‘The Yearbook’, um projeto que mostra confiança e várias críticas culturais. A capa do traz a ideia do nome do disco, com fotos de diferentes personagens no ensino médio. 

Apesar das melodias dançantes, cada faixa critica algum problema do passado adolescente de Bella, com assuntos como dependência química, homossexualidade, entre outros. 

CURIOSIDADE: Baby Kingdom, uma das músicas do projeto, deu o nome de seu fandom. 

Heartstopper

Baby Queen começou a realmente se destacar quando foi convidada para escrever uma música exclusivamente para a série LGBTQIA+ da Netflix ‘Heartstopper’, que é inspirada na HQ escrita e desenhada por Alice Oseman. “Colours of You” é uma das faixas mais conhecidas de BQ atualmente. 

O elenco virou muito amigo da cantora, e já apareceram até no palco junto a ela. 

Bella também escreveu “All the Things” para a segunda temporada da série e fez uma aparição especial.

Baby Queen com o elenco de Heartstopper

Quarter Life Crisis

Seu primeiro álbum de estúdio “Quarter Life Crisis” lança dia 6 de outubro e levou esse nome pelos 25 anos que ela já viveu. O álbum mostra sua descoberta pessoal, com sua sexualidade, seu passado e sua parte no mundo. 

“Eu realmente quero que este álbum deixe as pessoas esperançosas, porque há tanta beleza para viver e esperar e é realmente mágico e extraordinário estar vivo e ter a oportunidade muito curta de experimentar todas as emoções inimagináveis.”

– Baby Queen para a NME. 

O álbum possui duas capas diferentes, sendo a versão deluxe desenhada pela criadora de Heartstopper. 

PARA ASSISTIR

WITC RECOMENDA

  • Dover Beach
  • We Can Anything 
  • You Shaped Hole

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.